Título: Uma manhã inesquecível

Sub título: Let’s get together and bring peace to the world

 

Alguns momentos da vida a gente guarda na memória.

Os mais significativos vão para no coração.

A manhã do dia 28 de abril de 2017 ficará guardada num cantinho especial do meu coração porque foi marcada pelo carinho e pela emoção.

O convite feito inicialmente pela professora Danielle Gomes para um encontro meu com os alunos do Fundamental II do Colégio Maria Raythe acabou transformando aquela manhã tumultuada em todo o país, em momentos de intensa troca de informações.

Tivemos dois momentos diferentes: o primeiro com os alunos do 6º e 7º anos e o segundo com os do 8º e 9º anos. Em ambos tive a oportunidade de conversar com os alunos sobre como aprendi inglês, porque me tornei professor e mais tarde, o que me levou a tornar-me um escritor de livros didáticos e paradidáticos para o ensino da língua inglesa.

Chamou a minha atenção o fato dos alunos terem se preparado muito bem para o aquele encontro. Cada turma já tinha preparado uma série de perguntas que evidenciaram o interesse deles tanto pela minha carreira como pelo ensino do inglês. O clima de carinho e respeito marcou os dois momentos daquela manhã.

Para mim, foi uma excelente oportunidade para falar um pouco sobre a minha coleção Students for Peace que é muito diferente da maioria dos livros de inglês que existem no mercado hoje. Nessa obra pude trazer para a sala de aula algumas questões que há muito tempo me preocupam como educador. Refiro-me ao clima de intolerância generalizada que observamos na sociedade brasileira nos últimos tempos. Essa preocupação levou-me ao conceito de Educação para a Paz. Hoje sou membro do GEEPAZ – Grupo de Estudos de Educação para a Paz e a Tolerância da UNICAMP. Após muito estudo e pesquisa, cheguei à conclusão que deveria unir o ensino de unir o ensino da língua inglesa à Educação para a Paz. Assim nasceu Students for Peace.

Nessa obra, desloquei o tradicional eixo da gramática para os gêneros textuais. Com isso, o aluno é levado a trabalhar e produzir textos em língua inglesa tal como existem no mundo real. O tradicional método que prioriza a gramática com frases artificiais e textos fora de contexto deram lugar a uma língua viva, atual e temas que fazem parte do cotidiano da vida do aluno. Assim, o aluno começa no 6º ano trabalhando com o conceito de Identidade, suas origens, e, aos poucos vai ampliando seu olhar para o mundo que o cerca de tal maneira que quando chega no 9º ano aborda questões como relacionamentos, plano de vida e os processos de mudança pelos quais está passando. Tudo isso sempre à luz de algum aspecto da Educação para a Paz. Alguns temas como Educação Financeira e, Mobilidade Urbana são inéditos em livros de inglês.

Outra grande novidade dessa obra é que o professor não é mais o único destinatário das coisas que o aluno escreve e produz. Até hoje, o aluno escreve, entrega o que escreveu para o professor que corrige e devolve para o aluno. O ciclo está fechado. Para ampliar a circulação da produção do aluno, foi criada uma plataforma nos moldes de uma rede social onde o aluno pode postar suas produções para que sejam vistas, comentadas e compartilhadas por alunos e professores de todo o Brasil que utilizam esse material didático. Por se tratar de uma rede fechada, apenas os alunos que usam Students for Peace tem acesso a essa plataforma.

As características da coleção acabam de ter reconhecimento internacional. Students for Peace é uma das cinco finalista do ELTons 2017 na categoria invação em livros didáticos para o ensino de inglês. Esse é um dos mais importantes prêmios oferecidos pelo British Council na Inglaterra e contou com a participação de 135 concorrentes de vários países.

Tudo isso e muito mais pude contar para os alunos que participaram com muito interesse. Acredito que eventos como esse podem enriquecer significativamente o processo de aprendizagem dos alunos além de proporcionar a chance de conhecerem melhor o autor do livro com o qual estudam.

Sou imensamente grato à professora Danielle pelo convite e à equipe de direção do Colégio Maria Raythe por me proporcionarem uma manhã tão prazerosa. Afinal, desde que comecei a me dedicar à Educação para a Paz, procuro levar essa mensagem sempre que possível.

E para os maravilhosos alunos que tão calorosamente me receberam lembro um verso cantado pelo famoso B.B. King que diz: Vamos nos unir e trazer paz para o mundo.